Cabo Falar Televisão

SIC Radical sem química?

Físico-Química é a nova aposta da SIC Radical para as tardes do canal. Com estreia marcada para o dia 13 de fevereiro, pelas 18h30, e logo após Curto-Circuito, questiono até que ponto esta série de origem espanhola se relacionada com a identidade deste temático. Afinal, esta aposta em muito se relaciona com Morangos com Açúcar, uma vez que apresenta as típicas histórias de adolescentes ou os problemas dos mais jovens. Mesmo sendo melhor realizada ou tendo uma produção muita superior à da TVI, a verdade é que as duas histórias têm demasiadas semelhanças.

Afinal, qual será a estratégia do canal conduzido por Pedro Boucherie Mendes? É verdade que a SIC Mulher tem alcançado melhores audiências do que a SIC Radical, mas será que a estreia de Físico-Química conseguirá captar a atenção de mais telespetadores? Sendo transmitida logo após o Curto Circuito, até que ponto a curiosidade dos seguidores desse programa será suficiente para se manterem sintonizados no temático?

Pela via das dúvidas, talvez esta estreia tenha apenas como objetivo diversificar a grelha de programação, de forma a deixar para trás algumas repetições que têm sido transmitidas nesse horário. Se é esse o objetivo é importante salientar alguma inteligência por parte dos responsáveis da SIC Radical. No entanto, e mesmo assim, outro formato deveria enquadrar-se no período entre as 18h30 e as 19h45, uma vez que o único canal em que a exibição desta série faria sentido seria na SIC K.

Sabendo que o conceito entre a Radical e a K é totalmente diferente, como pode existir um ponto que as una? Sim, é verdade que a primeira também aposta nas repetições de Dragon Ball, mas tendo em conta o seu historial em formatos deste género, é uma aposta que tem o seu sentido.

O mesmo não posso dizer de Físico-Química, uma série que nada tem a ver com o canal, nem com a próprio conceito que os telespetadores têm em relação ao mesmo.

Um grande passo atrás da SIC Radical.

  • Tuscano

    Não concordo com o que aqui está escrito.

  • Anónimo

    Diogo, está totalmente errado!

    Física o Química é uma série que nunca se poderia enquadrar na SIC K.  É uma série de horário nobre na Antena 3. Aliás, as próximas temporadas passarão a ser transmitidas na NEOX que é um canal da Antena 3 muito semelhante à SIC Radical. Está super na linha do CC, vocacionada mais para os adolescentes numa faixa etária entre os 14-24… 
    Veja primeiro as séries antes de as comentar! Física o Química é uma excelente aposta !

    • Diogo Santos

      Repito: Não consigo identificar aquilo que a SIC Radical transmite com a série/novela. Na minha opinião Físico-Química não se enquadra no humor dos Gato Fedorento, e noutros tantos programas e séries estrangeiras que são transmitidas pelo canal. São conteúdos distintos para serem, a meu ver, transmitidos num canal deste género. Tal como retifiquei, talvez a SIC K não seja a melhor solução, mas se também lá passa a Lua Vermelha (um projeto totalmente diferente do espanhol, mas que esteve em horário nobre na SIC), e outras tantas repetições da SIC e Lda, não acho a ideia assim tão descabida.

      • Biller

        SIC K é um canal infantojuvenil, a série é para um canal jovem-adulto, logo SIC Radical encaixa perfeitamente.

  • Biller

    Discordo completamente da crónica. A série em assunto é “adulta” demais para a SIC K e “pobre” demais para a generalista. Sendo uma série irreverente, tem todo o sentido exibir na Radical.

  • Diogo Santos

    Bom dia a todos. Eu já vi a série, por acaso. Não costumo comentar algo sem ter visto.
    Não acho que se enquadre na identidade da SIC Radical, onde a grelha é composta por vários concursos e animes. É a minha opinião. Se se enquadra mais na SIC K? A meu ver, sim.
    Se é uma boa estratégia? Talvez. Só não olho para a SIC Radical a ter um projeto de ficção, que em nada condiz com o programa do César Mourão, do Aleixo, Gato Fedorento, entre outros.

    Cumprimentos,
    DS

  • João Charro

    Discordo completamente, eu nunca via este canal a esta hora e passei a ver graças a este programa.

  • Oscar

    Bem, já se passou bastante tempo desde que a crítica foi “postada”. Para o bem da sanidade de muitos, espero que o autor da mesma tenha mudado de opinião, até porque nada do que o que aqui está escrito faz algum sentido, uma vez que deixa completamente a descoberto não fazer ideia do tipo de série que é Físico-Química. Mas são águas passadas?, ora bem.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close