Cabo

Odisseia assinala aniversário da captura de Osama Bin Laden

odisseia

odisseia

Dois anos depois da captura do líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, o canal Odisseia convida-o a recordar uma das mais importantes intervenções das forças especiais americanas, com a exibição de Operações Ocultas: A Caça a Bin Laden, dia 2 de maio, quinta-feira, às 20h00.

 

Seguindo as pistas de há vários anos, uma pequena equipa dos SEALS (20 soldados) levou a cabo o ataque à casa de Bin Laden, uma operação de precisão cirúrgica, preparada para minimizar danos em relação a civis presentes no complexo ou residentes em locais próximos, tendo decorrido durante 40 minutos.

No mesmo dia em que as tropas americanas concluíram a Operação Neptune Spear, código usado para se referirem a Bin Laden, o presidente dos EUA, Barack Obama anunciou: “Os Estados Unidos realizaram uma operação que matou Osama Bin Laden, o líder da Al-Qaeda, e um terrorista que é responsável pelo assassinato de milhares de homens inocentes, mulheres e crianças.

Este documentário de 60 minutos, recorda a operação que surpreendeu o terrorista mais famoso e inimigo número um dos EUA na sua residência, revelando ainda o funcionamento interno destas unidades de elite, graças a reconstruções, testemunhos e imagens geradas por computador.

Esta é a história dos sofisticados sistemas de inteligência colocados ao serviço de membros de elite dos SEALS durante os oito meses de vigilância que decorreram para preparar a operação de captura que terminou no dia 2 de maio, com um ataque feito por quatro helicópteros.

Em agosto de 2010 após o processo de interrogações na prisão de Guantánamo, os detidos identificaram um homem como próximo do fundador da organização fundamentalista islâmica. Após dez anos de procura, a perseguição do mensageiro pessoal de Bin Laden, foi a pista decisiva para o encontrar.

Depois de semanas de investigações intensivas com base em relatórios e fotografias de satélite, o serviço de inteligência dos EUA acabou por suspeitar da mansão avaliada em cerca de um milhão de dólares, protegida por muros duplos de seis metros, segurança e arame farpado, considerada demasiado segura para refugiar apenas um mensageiro.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close