Cabo

Homenagem a Manoel de Oliveira, sábado e domingo, na RTP Memória

RTP Memória

Na semana em que Manoel de Oliveira apaga 104 velas a RTP Memória presta homenagem ao realizador, exibindo:

No sábado, dia 15, às 21h15, a sua primeira longa metragem de ficção  – O filme “AniKi Bóbó”. Realizado em 1942, é uma poética fábula infantil de dimensão universal e intemporal, que nos conta a história dos miúdos pobres dos bairros ribeirinhos do Porto, que se divertem e brincam como podem. É uma viagem à infância através da memória.

E no domingo, às 22h15, o filme “Vale Abraão”, realizado em 1993, com argumento de Manoel de Oliveira e de Agustina Bessa-Luís e como protagonistas Leonor Silveira e Luís Miguel Cintra.

Ainda no domingo, mas ao início da tarde às 14h15, a RTP Memória irá emitir uma entrevista realizada em 1976 por António Pedro Vasconcelos ao Mestre.

“Aniki Bóbó”

Um dos mais belos e comoventes filmes portugueses de sempre, da autoria de mestre Oliveira que criou uma poética fábula infantil de espantosa dimensão universal e intemporal.

Nos bairros ribeirinhos do Porto, os miúdos pobres divertem-se e brincam como podem, geralmente, aos polícias e ladrões; outras vezes mergulham nas águas do Douro. A escola decorre sem grandes sobressaltos, entre as reguadas bem aplicadas e tabuadas mal assimiladas. Carlitos é um dos garotos mais aventureiros e Teresinha a miúda mais bonita, que Carlitos adora. Ela namora uma boneca que está na montra de uma loja que, para os garotos, é uma espécie de gruta do Ali Babá, propriedade de um homem gentil e dedicado, com alma de poeta. Um dia Carlitos, num gesto de amor, rouba a boneca para dar a Teresinha e vai descobrir que o Mundo não está feito à dimensão dos sonhos.

Aniki-Bobó é um dos mais belos, fascinantes e surpreendentes filmes de todo o cinema português. Curiosamente, foi pateado no dia da estreia, a 18 de dezembro de 1942, não recebendo os favores do público nem da maioria da crítica. Mas não foi esquecido. Vinte anos depois, fazia sensação em Cannes, nos Encontros Internacionais do Filme para a Juventude, contrariando tudo o que de mal se disse sobre esta notável realização de mestre Oliveira.

Título Original: Aniki BóBó
Com: Nascimento Fernandes, Vital dos Santos, Fernanda Matos, Horácio Silva, Manuel de Azevedo, António Santos, António Morais Soares, Feliciano David, Manuel de Sousa.
Realização: Manoel de Oliveira
Produção: António Lopes Ribeiro
Autoria: Manoel de Oliveira
Música: Jaime Silva
Ano: 1942
Duração: 98 minutos

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close