Cabo

Conheça o novo diretor das Produções Fictícias e Canal Q

Gonçalo Félix da Silva

No passado mês de janeiro, Nuno Artur Silva foi nomeado pelo Conselho Geral Independente para ocupar o lugar de administrador com a responsabilidade da área dos conteúdos da RTP, abandonando, assim, o cargo de diretor das Produções Fictícias e do Canal Q, bem como a moderação do programa Eixo do Mal exibido na SIC Notícias.

O Diário de Notícias avança com o nome de Gonçalo Félix da Costa para substituir o novo administrador no lugar da direção das Produções Fictícias e do Canal Q.

Num comunicado enviado às redações, Gonçalo Félix da Costa afirma que as Produções Fictícias e o canal Q «manterão o foco na criação e produção de conteúdos originais». As linhas orientadoras «passarão sobretudo por criar para todas as plataformas, em conjunto com vários parceiros criativos, e apostar na produção de conteúdos de raiz com as marcas».

Félix da Costa, que ocupava até então lugares na direção-executiva das Produções Fictícias e na administração do Canal Q, assume as suas novas funções numa fase complicada. Segundo a Sábado, a situação financeira da produtora tem atravessado uma fase crítica nos últimos dois anos, com uma queda de lucros de 64% em 2013, num total de 74.769 euros de receita. No ano passado, os resultados líquidos baixaram para 50 mil euros devido às indemnizações com a redução de funcionários e quebra de atividade para a RTP.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close