Cabo

BIO estreia 3.ª temporada de «Acumuladores»

acumuladores-de-lixo

Vista de fora, a casa parece normal. No entanto, no interior do seu lar, uma família luta para seguir em frente enquanto um dos seus membros acumula de forma compulsiva uma imensidão de objetos que se vão amontoando e apoderando da sua vida: enfeites de Natal, lixo, jornais, sacos cheios de roupa nova ainda com etiqueta…

Descubra a terceira temporada desta série de sucesso no BIO, todas as segundas-feiras, a partir do dia 15 de outubro, pelas 22h20. Nesta nova temporada pode ver como cada acumulador se agarra a algo diferente e é incapaz de se desfazer disso. Dependendo de cada caso, um terapeuta, um organizador profissional ou uma equipa de limpezas ajudam-no a limpar a casa e a controlar o seu comportamento compulsivo. Semanas depois, comprovamos se o acumulador conseguiu controlar a sua obsessão.

CAROLYN E JO (EP. 1)

A filha de sete anos de Carolyn está tão angustiada com a acumulação compulsiva da sua mãe que esteve a deixar notas por toda a casa que dizem: «Seria melhor se eu morresse». Carolyn tem de controlar a sua síndrome de acumulação compulsiva ou enfrentará não só os Serviços Sociais, como consequências muito mais trágicas.

A casa de Jo é o sonho de um colecionista, repleta de milhares de pratos, cruzes, mobiliário, serviços de cristal e relógios. No entanto, a sua acumulação compulsiva está a destruir o seu casamento com Ed, com quem se casou há 48 anos. Ele sente que lhe estão a roubar a sua reforma e já saiu de casa uma vez. Se Jo não enfrentar o seu problema, o casamento poderá acabar.

Segunda-feira, dia 15 às 22h20. Terça-feira, dia 16 às 00h45, 13h28 e 17h27.

TAMI E GEORGE (EP. 2)

Tami está a lutar contra o cancro e a sua última esperança é um transplante de médula. Ao longo dos anos, devido à síndrome de acumulação compulsiva que também padece, a sua casa foi-se convertendo num viveiro de ratazanas e todas as superfícies estão cobertas de fezes e pelos de roedores. As coisas acumulam-se do chão até ao teto, pelo que os seus filhos afastaram-se da sua vida.

George tem centenas de projetos por terminar espalhados por toda a quinta familiar. Não só ocupou a garagem, o celeiro e uma cave, como as coisas se acumulam por todas as partes. Devido à sua acumulação compulsiva mantém uma tensa relação com os irmãos, a esposa e as filhas, e agora enfrenta graves sanções e até a prisão se não conseguir colocar a sua propriedade em ordem.

Segunda-feira, dia 22 às 22h20. Terça-feira, dia 23 às 00h47, 13h21 e 17h36.

ADELLA E TERI (EP. 3)

Poucas semanas antes de falecer, o marido de Adella, de quem estava separada, pediu a uma das suas filhas que ajudasse a mãe a limpar pela última vez. A acumulação compulsiva de Adella já a fez perder a casa anterior, o casamento e a relação com as filhas. Agora, apesar de anos de conflitos, as filhas acreditam que devem honrar a lembrança do pai impedindo que a casa da mãe seja fechada pelas autoridades.

O marido de Teri está tão farto da acumulação compulsiva da esposa que a ameaçou com o divórcio. Os dois filhos pequenos do casal são obrigados a viver numa casa tão cheia de coisas que não se consegue abrir completamente a porta da entrada. As crianças têm um caso agudo de asma e partilham a cama com os pais. A casa está em tão mau estado que a Dra. Zasio sente-se legalmente obrigada a chamar os Serviços de Proteção de Menores assim que chegar a casa.

Segunda-feira, dia 29 às 22h20. Terça-feira, dia 30 às 00h47, 13h29 e 17h31.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close